Bruxos e Feiticeiros

Feiticeira
  1. FEITICEIRO: Correspondente à palavra em inglês Wizard, que por sua vez deriva do termo anglo-saxão wysard (sábio). Um feiticeiro é um senhor do conhecimento, principalmente do conhecimento arcano (ou seja, perdido ou secreto). Um feiticeiro também é um praticante de magia – ou um membro de qualquer expressão de fé em particular. De fato, a maioria dos Feiticeiros (mas não todos eles) tende a ser solitários, embora possam pertencer a um Conselho ou Ordem de Feitiçaria. O feiticeiro mais famoso da história foi o MAGO MERLIN. Embora a grande maioria dos feiticeiros da história tenha sido composta por homens, existiram também algumas mulheres – como Mary, a judia, e Hypatia, de Alexandria.
  2. MAGO: Essa palavra é empregada com frequência como sinônimo de feiticeiro, de uma maneira cortês. Os antigos “Três Reis Magos” da Bíblia eram sacerdotes zoroastristas da Média e da Pérsia (hoje Irã). Essa é a raiz do termo magia. Com o tempo, esse termo passou a ser usado para designar magos sábios e poderosos de todos os tipos. 
  3. MÍSTICO: Um místico (do grego mystai – alguém que foi iniciado nos Mistérios secretos) é uma pessoa cujas profundas experiências espirituais ou “do outro mundo” lhe propiciaram uma compreensão ou visão profunda das verdades ocultas e das percepções. Tais experiências são, de modo geral, indescritíveis; portanto, estão além do conhecimento e explicação humanos racionais. 
  4. DRUIDAS: Os druidas formavam a classe sacerdotal, a elite intelectual mais instruída das tribos celtas. Incluíam tanto homens quanto mulheres. 
  5. ALQUIMISTAS: A Alquímia foi a precursora de química moderna, misturando a metalurgia egípcia à filosofia grega e ao misticismo do Oriente Médio. Os objetivos dos alquimistas eram a descoberta da “Pedra Filosofal”, que transformaria “metais básicos” em ouro, e do “Elixir da Vida”, que curaria todas as doenças e permitiria que a pessoa vivesse para sempre. 
  6. BRUXARIA/BRUXOS: implica um tipo de poder sobrenatural sobre as pessoas e suas coisas. Os indivíduos que exibem tal dom ou influência mágicos são chamados de bruxos. Esse termo tem uma conotação geralmente negativa, implica magia do mal ou “negra”. A bruxa mais famosa das lendas foi Circe. Em Odisseia, de Homero, ela transformou os homens de Odisseu em porcos. Na Europa e na Grã-Betanha medievais, as “curandeiras” costumavam ser chamadas de Wicce – uma palavra anglo-saxônica que significa “aquela que dá forma” – da qual surgiu nosso termo Witch que, por sua vez, deriva da palavra alemã  wicken (“conjurar”). O termo hoje se aplica a homens e mulheres, e uma grande parte da magia é voltada para a cura: das pessoas e da Terra. Muitos bruxos ainda praticam adivinhação e técnicas de magia para a evolução da consciência. 
  7. VIDENTE: Significa “aquele que vê”. Acredita-se que um vidente tem um moral e uma visão espiritual extraordinários, e que prevê acontecimentos ou o desenrolar das coisas. O termo pode ser usado para qualquer um que pratica a adivinhação (técnicas de magia para descobrir informações perdidas ou prever o futuro), de modo especial, por meio de concentração. Outras palavras para videntes são os oráculos e a sibila. 
  8. NECROMANTE: Alguém que conjura o espírito dos mortos para falar com eles e obter conhecimento oculto e informações secretas e também predizer o futuro. Hoje as pessoas que fazem isso são chamadas de MÉDIUNS ou canais. 
  9. XAMÃ: Os líderes espirituais em culturas tradicionais tribais são os xamãs, ou curandeiros e curandeiras, que são pessoas dotadas de talentos e habilidades de adivinhação, trato de plantas e ervas, hipnose, trabalhos psíquicos e feitiçaria. Em alguns lugares são chamados de “pajés”. São os professores, magos, guias espirituais, curandeiros e parteiras dos vilarejos. De modo singular, os xamãs utilizam estados alterados de consciência (com frequência auxiliados por certas plantas medicinais) para controlar fenômenos psíquicos e se transportar para o reino espiritual. O termo tem origem nos xamãs siberianos e, de modo específico, refere-se ao tibetanos, siberianos, mongóis e outros. 

xamãs
10. WICCA: Wicca é um subconjunto moderno da Feitiçaria tradicional, que enfatiza seu aspecto como uma religião (onde não havia religião) misteriosa pagã – celebrada nos dias de lua cheia (entre outras viradas de lua), nos solstícios, equinócios e quartos -, celebra um deus anual e uma deusa perene (sempre viva) pelas fases da lua e pelo ciclo das estações. Os princípios éticos da Wicca misturam a liberdade pessoal com a responsabilidade pessoal. A Rede (“conselho”) Wicca afirma: “Desde que não prejudique ninguém, faça o que quiser.”
11. PAGÃO: Paganismo (que significa “do campo”) é uma coletânea de diferentes caminhos espirituais que têm suas raízes, ou são inspirados, nas tradições indígenas, (nativas) ou clássicas (Egito, Grécia e Roma antigos, etc.) por todo o mundo. O paganismo é quase sempre referido como “A Velha Religião”, ou seja, pré-cristã. Os pagãos acreditam na interconexão de toda a vida; no animismo (tudo é vivo), panteísmo (tudo é Divino), politeísmo (existem muitos deuses e espíritos) e divindade imanente (a divindade que está em todos – ideia expressa por alguns com a frase “Sois deuses/deusas”). Os pagãos valorizam a diversidade, as boas obras, a vida suave na Terra, a liberdade individual, a responsabilidade pessoal e a igualdade entre homens e mulheres. Muitos praticantes da Magia (mas não todos) identificam sua prática espiritual como “Pagã”. 
12. SACERDOTE/SACERDOTISA: Um homem ou uma mulher dedicado(a) ao serviço aos deuses – frequentemente é concentrado em uma única manifestação ou aspecto (tal como um sacerdote de Apolo ou uma sacerdotisa de Afrodite). Também podem servir a uma comunidade de adoradores. As tarefas sacerdotais podem incluir a manutenção dos templos e altares, a administração dos sacramentos, a condução e presidência de ritos e rituais, aconselhamento pastoral, etc. Também funcionam como um canal direto para o espírito e a voz da divindade escolhida. 
Sacerdotisa/Deusa

    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s